Síndrome do esgotamento profissional Revisão Bibliográfica

Joarez Santini

Resumo


Nas últimas décadas, pesquisadores de várias áreas têm se preocupado com o fenômeno Síndrome do Esgotamento Profissional (SEP) caracterizada como doença do trabalho. Considerada o estágio mais avançado do estresse, a SEP afeta inúmeras profissões, principalmente aquelas em que os profissionais possuem contato direto com pessoas, entre os quais, os professores. A revisão bibliográfica com textos em língua portuguesa, inglesa e espanhola sobre o tema permitiu unificar a expressão do fenômeno como "Síndrome do Esgotamento Profissional" (SEP). O aprofundamento de estudos sobre esse fenômeno em determinados coletivos docentes, como os professores de Educação Física, possibilitará ampliar a compreensão e elaborar significativos questionamentos envolvendo o trabalho docente e o fenômeno descrito na bibliografia. Destaca-se que nessa revisão de literatura, foram encontrados poucos trabalhos envolvendo coletivos de trabalhadores docentes. No caso dos professores de Educação Física, foco de interesse investigativo deste estudo, raros foram os trabalhos encontrados sobre o assunto.

Palavras-chave


"Burnout". Síndrome do Esgotamento Profissional. Professores de Educação Física

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.2832

Direitos autorais



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment