DIAGNÓSTICO SOBRE A ABORDAGEM DAS PRÁTICAS CORPORAIS DE AVENTURA EM AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR EM ILHÉUS/BA

Autores

  • Alexander Klein Tahara Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC - Ilhéus/BA
  • Suraya Cristina Darido Universidade Estadual Paulista - UNESP/Rio Claro

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.75302

Palavras-chave:

Educação Física. Natureza. Professores escolares.

Resumo

Esta pesquisa qualitativa teve como objetivo realizar um diagnóstico junto aos professores de Educação Física da rede municipal e estadual de ensino de Ilhéus/BA, a respeito da abordagem do conteúdo referente às Práticas Corporais de Aventura (PCA), avaliando suas opiniões sobre questões que tangenciam o processo de inserção nas aulas. Como instrumento para coleta dos dados foi utilizada uma entrevista semiestruturada contendo quatro questões, aplicada para 18 professores (dez homens e oito mulheres), faixa etária de 25 a 57 anos, todos com formação acadêmica em Educação Física. Os dados foram analisados utilizando-se a Análise de Conteúdo, e os resultados indicam que a maioria dos professores desconhece as PCA, sendo que somente quatro professores já inseriram tal conteúdo em suas aulas. Entretanto, a maioria dos professores aponta que existe a viabilidade em pensar estratégias para que haja inserção dessas práticas em suas aulas.

 

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-09-30

Como Citar

TAHARA, A. K.; DARIDO, S. C. DIAGNÓSTICO SOBRE A ABORDAGEM DAS PRÁTICAS CORPORAIS DE AVENTURA EM AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR EM ILHÉUS/BA. Movimento, [S. l.], v. 24, n. 3, p. 973–986, 2018. DOI: 10.22456/1982-8918.75302. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/75302. Acesso em: 31 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos Originais