A PRODUTIVIDADE DA EDUCAÇÃO FÍSICA IMPRODUTIVA

Autores

  • Giovanni Frizzo UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.2591

Palavras-chave:

Educação Física Escolar. Formação de Professores. Prática Pedagógica.

Resumo

 Este artigo tem origem nas pesquisas desenvolvidas
pelo Grupo de Estudos Qualitativos Formação de Professores e
Prática Pedagógica em Educação Física e Ciências do Esporte
(F3P-EFICE) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
(UFRGS). Para este texto, problematizamos a formação e a
prática pedagógica de professores de Educação Física, partindo
do conhecimento produzido por este grupo. Buscamos
identificar, portanto, as contribuições que estas produções
trouxeram para o campo acadêmico acerca da temática da
formação de professores e da prática pedagógica em Educação
Física e de que forma esta se articula com a realidade
educacional brasileira inserida no seio do modo de produção
capitalista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Giovanni Frizzo, UFRGS

Estudante de Mestrado do Programa de Pós-graduação em Ciências do Movimento Humano da Escola de Educação Física da UFRGS. Na área de concetração Movimento Humano, Cultura e Educação.

Publicado

2008-11-14

Como Citar

FRIZZO, G. A PRODUTIVIDADE DA EDUCAÇÃO FÍSICA IMPRODUTIVA. Movimento, [S. l.], v. 14, n. 3, p. 209–232, 2008. DOI: 10.22456/1982-8918.2591. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2591. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Ensaios