CONCEPÇÃO DO JOGO EM VIGOTSKY: UMA PERSPECTIVA PSICOPEDAGÓGICA

Autores

  • Airton Negrine UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.2183

Palavras-chave:

Jogo - Psicopedagogia - Construtivismo

Resumo

Neste artigo se pretende fazer uma releitura das concepções do jogo em Vygotsky desde um ponto de vista psicopedagógico, considerando, por um lado, a visão construtivista deste psicólogo contemporâneo e, por outro, analisando a relevância do jogo como elemento psicopedagógico, fundamentalmente, na faixa etária dos dois aos sete anos. Outro aspecto introdutório que queremos destacar é situar o entendimento que Vygotsky tem sobre o desenvolvimento do indivíduo para que se possa entender melhor suas contribuições.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Airton Negrine, UFRGS

Professor Titular da ESEF/UFRGS

Downloads

Publicado

2007-08-18

Como Citar

NEGRINE, A. CONCEPÇÃO DO JOGO EM VIGOTSKY: UMA PERSPECTIVA PSICOPEDAGÓGICA. Movimento, [S. l.], v. 2, n. 2, 2007. DOI: 10.22456/1982-8918.2183. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2183. Acesso em: 6 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos Originais