EDUCAÇÃO FÍSICA E INCLUSÃO: A EXPERIÊNCIA NA ESCOLA AZUL

José Francisco Chicon, Katiuscia Aparecida Moreira de Oliveira Mendes, Maria das Graças Carvalho Silva de Sá

Resumo


Estudo de caso com aproximações etnográficas, objetivando investigar e analisar o processo de inclusão de dois alunos com necessidades educacionais especiais (NEEs) no espaço-tempo das aulas de Educação Física. Os instrumentos utilizados foram o diário de campo e a observação participante. Os dados empíricos nos chamam a atenção para um problema grave na Educação/Educação Física: a escola, no processo de inclusão, pode estar formando os alunos para reproduzirem atitudes de segregação de alunos com NEEs por deficiência, tornando natural a não participação deles nas atividades escolares e sociais, mantendo, por dentro do processo de inclusão, a exclusão.


Palavras-chave


Inclusão. Educação Física Escolar. Cotidiano

Texto completo:

PDF-BR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.21257



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment