A "ESCRITA DE SI" NA FORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

Flávio Soares Alves, Yara Maria de Carvalho, Romualdo Dias

Resumo


O objetivo deste ensaio é criar um campo de discussões sobre a “escrita de si” no contexto da formação em Educação Física, reconhecendo o exercício de escrita como um modo potente de captação e reinvenção do que escapa à ordem do conhecimento e que, ao mesmo tempo, exige do pensamento pensar a consistência dos encontros que atravessam os processos de formação profissional. Deste ponto, interessa tangenciar as demandas que ficam excluídas no discurso da formação, a saber: as sensibilidades, reconhecendo-as como expressões de um “conhecimento encarnado”. Para além das competências teóricas, a “escrita de si” ajuda a edificar uma compreensão mais profunda da formação profissional, não porque dispara um discurso sobre a prática, mas por dar vazão à escrita das intensidades forjadas nos encontros entre conhecimentos e práticas.

Palavras-chave


Educação Física. Conhecimento. Atuação profissional. Competências

Texto completo:

PDF-BR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.20214



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment