A “EDUCAÇÃO PHYSICA” NOS PARQUES INFANTIS DE SÃO PAULO (1935-1938)

Autores

  • Kátia Danailof Faculdade de Americana Veris Faculdades

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.32324

Palavras-chave:

História da Educação Física. Lazer. Educação Infantil.

Resumo

O presente estudo analisa o papel da Educação Física nos Parques infantis de São Paulo (1935-1938), considerando sua inserção no projeto de difusão cultural do Departamento de Cultura de São Paulo, visando a transformar a realidade educacional e cultural do país. Por fim, nota-se uma educação física tomada como mediadora de um conhecimento histórico e culturalmente determinados, marcada pela necessidade de conciliar o ensino da ginástica com o folclore, informando a população sobre um conhecimento que, acreditava-se, seria esquecido.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kátia Danailof, Faculdade de Americana Veris Faculdades

Possui graduação em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (1997), mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2002) e doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2006). Atualmente é professora da Faculdade de Americana. e Veris Faculdades. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Educação Física, atuando principalmente nos seguintes temas: infância, corpo e história.

Downloads

Publicado

2013-01-19

Como Citar

DANAILOF, K. A “EDUCAÇÃO PHYSICA” NOS PARQUES INFANTIS DE SÃO PAULO (1935-1938). Movimento, [S. l.], v. 19, n. 2, p. 167–184, 2013. DOI: 10.22456/1982-8918.32324. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/32324. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais