Esporte e Paixão: o processo de regulamentação dos rodeios no Brasil

Autores

  • Simone Pereira da Costa

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.2810

Palavras-chave:

Antropologia do Esporte. Rodeios. Profissionalização

Resumo

No Brasil, em 2001, as provas que caracterizam o chamado rodeio completo foram oficializadas como uma atividade esportiva e seus praticantes passaram a ser considerados atletas profissionais. Entretanto, a campanha pela aprovação de uma lei federal que instituísse o caráter esportivo desses eventos teve início em meados dos anos 90. Nesse período, os rodeios brasileiros já tinham se constituído como megaeventos, marcados pela união de atividades lúdicas e competições em um mesmo ambiente: as arenas das festas de peão, espalhadas por diversas cidades do interior do país. Este artigo tem, portanto, o objetivo de descrever e analisar o processo de regulamentação dos rodeios e a caracterização dada a cada uma das modalidades desse novo esporte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2003-09-26

Como Citar

COSTA, S. P. da. Esporte e Paixão: o processo de regulamentação dos rodeios no Brasil. Movimento, [S. l.], v. 9, n. 2, p. 71–87, 2003. DOI: 10.22456/1982-8918.2810. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2810. Acesso em: 28 jan. 2023.

Edição

Seção

Em foco #1