O desenvolvimento da criança com paralisia cerebral no ambiente familiar

Autores

  • Sofia Rubinstein
  • Maria Helena da Silva Ramalho
  • Francisco Camargo Netto

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.2648

Palavras-chave:

Crianças com Paralisia Cerebral, desenvolvimento humano, ambiente familiar.

Resumo

Este estudo investiga as contribuições do ambiente familiar para o desenvolvimento da criança com Paralisia Cerebral, na faixa etária dos 5 aos 6 anos de idade. Os participantes do estudo são três famílias, que têm crianças com diferentes tipos de Paralisia Cerebral. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com as mães das crianças e observações indiretas através de gravações em VT das atividades desenvolvidas pelas crianças, no ambiente familiar. As informações coletadas respondem aos objetivos específicos do estudo que são: descrever o status social familiar; identificar e analisar as atividades realizadas no ambiente familiar, as relações interpessoais da criança com Paralisia Cerebral e os papéis desempenhados durante as atividades, no ambiente familiar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2002-12-05

Como Citar

RUBINSTEIN, S.; RAMALHO, M. H. da S.; NETTO, F. C. O desenvolvimento da criança com paralisia cerebral no ambiente familiar. Movimento, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 33–45, 2002. DOI: 10.22456/1982-8918.2648. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2648. Acesso em: 27 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos Originais