O TEMA DA SAÚDE NA FORMAÇÃO INICIAL EM EDUCAÇÃO FÍSICA EM UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA: REFLEXIVIDADE, AGÊNCIA E ESTRUTURA

Victor José Machado de Oliveira, Ivan Marcelo Gomes

Resumo


Investiga como os professores influenciam na configuração do tema da saúde nos currículos de formação em Educação Física (EF). Apresenta o recorte de uma tese de doutorado e faz opção pela análise de dados produzidos a partir dos currículos vitae dos professores do CEFD/UFES e dos concursos ofertados entre 1990 e 2017. Com enfoque na teoria da estruturação de Anthony Giddens, discute como os dados produzidos apresentam, hegemonicamente, uma biologização do currículo e como a agência do professor e a estrutura de políticas curriculares e da pós-graduação influenciam esses processos; também observa-se a emergência de perspectivas ampliadas vinculadas às Ciências Sociais/Humanas e à Saúde Coletiva. Avança da discussão “disciplinar” do currículo para dar destaque à presença do professor como elemento para a análise das políticas de formação em EF.

 


Palavras-chave


Administração em Saúde. Capacitação de Recursos Humanos em Saúde. Currículo. Educação Superior.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.87359

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment