DISCURSOS SOBRE A RECREAÇÃO: UM SABER DISCIPLINARIZADO NA ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA DE MINAS GERAIS (1963 – 1969)

Hilton Fabiano Boaventura Serejo, Hélder Ferreira Isayama

Resumo


O objetivo deste texto foi compreender os discursos disciplinares relacionados à recreação na Escola de Educação Física de Minas Gerais (EEFMG), no período de 1963 a 1969. A apreciação dos dados encontrados se deu inspirada na análise de discurso sob a perspectiva arqueológica de Foucault e em diálogos com a história das disciplinas. Analisando os discursos, observamos que os significados sobre a recreação foram demarcados pelos enunciados “interesse” e “prazer”. Foi evidenciada uma perspectiva dual da recreação, expressa na temática arma de dois gumes e recreação espontânea ou viciosa, que categoriza as ações em certas ou erradas, boas ou más, o que tornava secundários outros elementos presentes nessas vivências, como: solidariedade, cooperação e cidadania.

 


Palavras-chave


Recreação. Educação Física e Treinamento. Currículo.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.77663

Direitos autorais 2019 Movimento (ESEFID/UFRGS)




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment