O ESPORTE NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: UM CONTEÚDO COM POTENCIAL EMANCIPADOR

Luciane Cristina Arantes da Costa, Isabel Mesquita, Amauri Bassoli de Oliveira, Vânia de Fátima Matias de Souza, Patricia Carolina Borsato Passos, Lenamar Fiorese Vieira

Resumo


Esta pesquisa teve como objetivo apresentar como se dá a ação pedagógica do professor de Educação Física a partir da implementação de uma proposta tendo como sustentação a utilização de um modelo híbrido no ensino esportes por meio dos Modelos de Educação Esportiva e Desenvolvimentista. Trata-se de um estudo de caso com relatos e depoimentos dos alunos e diário de campo do professor. Foram acompanhadas 45 aulas sistematizadas a partir da indicação dos alunos acerca dos saberes esportivos que lhes despertavam para o saber fazer, chegando ao futsal, basquetebol e handebol. Os resultados indicaram que a experiência pedagógica centrada no modelo híbrido favorece a ação participativa e cooperativa possibilitando aos pares, emancipação, autonomia e sentido de responsabilidade no desenvolvimento das atividades esportivas propostas.


Palavras-chave


Educação Física Escolar. Emancipação. Escola. Ação Docente.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.77060

Direitos autorais 2019 Movimento (ESEFID/UFRGS)



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment