AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE ESTUDANTES DE EDUCAÇÃO FÍSICA SOBRE A FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Felipe da Silva Triani, Carlos Alberto de Oliveira Magalhães Júnior, Cristina Novikoff

Resumo


Objetivou-se identificar e analisar algumas das representações sociais possíveis que os estudantes do curso de Educação Física de uma universidade privada na Baixada Fluminense do Rio de Janeiro podem apresentar sobre a formação de professores. Assim, 16 estudantes de um curso de Educação Física responderam a um questionário cujas respostas foram avaliadas via análise de conteúdo. Os resultados apontam os professores como uma panaceia para os estudantes e, esses, em maioria, não souberam atribuir sentido à formação de professores, mas há o consenso de que o “conhecimento” é importante, mesmo considerando que mais da metade ingressou no curso por afinidade. Portanto, foi concluído que um dos principais indícios das representações sociais que estão presentes no senso comum do grupo de estudantes é que o conhecimento é o elemento mais expressivo na formação de professores e ainda que possuí-lo é a característica mais marcante do bom professor de Educação Física.

 


Palavras-chave


Educação Física. Docentes. Conhecimento.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.68898

Direitos autorais 2017 Movimento (ESEFID/UFRGS)



 

Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment