A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA IMPRENSA: A CONSTRUÇÃO DA ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO PHYSICA DE S. PAULO NA DÉCADA DE 1930

Autores

  • Edivaldo Góis Junior Universidade Estadual de Campinas. (UNICAMP)

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.69223

Palavras-chave:

História. Educação Física. Imprensa. Modernidade. São Paulo.

Resumo

O objetivo desta pesquisa é investigar a recepção da imprensa em relação à institucionalização da Educação Física, exemplificada pela criação da “Escola Superior de Educação Physica”. O corpo documental foi construído a partir da imprensa, principalmente, pelo diário Correio Paulistano, possibilitando a formulação de uma narrativa sobre as práticas corporais presentes nos discursos jornalísticos na década de 1930, revelando adesões à modernidade e silêncios em relação a determinadas tradições.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edivaldo Góis Junior, Universidade Estadual de Campinas. (UNICAMP)

Professor do Departamento de Educação Física e Humanidades da UNICAMP.

Downloads

Publicado

2017-06-21

Como Citar

GÓIS JUNIOR, E. A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO FÍSICA NA IMPRENSA: A CONSTRUÇÃO DA ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO PHYSICA DE S. PAULO NA DÉCADA DE 1930. Movimento, [S. l.], v. 23, n. 2, p. 701–714, 2017. DOI: 10.22456/1982-8918.69223. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/69223. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais