AS RELAÇÕES DE GÊNERO NO ESPORTE POR DISCENTES DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE JUIZ DE FORA

Autores

  • Eliete do Carmo Garcia Verbena
  • Elaine Romero

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.2812

Palavras-chave:

Esporte. Gênero. Representação Social e Educação Física

Resumo

Esta pesquisa buscou identificar o significado atribuído ao esporte pelos discentes da Rede Pública Municipal de Juiz de Fora, na ótica do gênero, amparada na teoria das representações sociais. Considerou-se duas dimensões sociais esportivas: esporte-educação e esporte- performance. O estudo assumiu um caráter qualitativo, utilizando-se da análise do conteúdo, e, acessoriamente, da análise do discurso. O esporte foi representado com valores individualistas, pouco cooperativos, competitivistas, perpetuando estereótipos sexistas. Tal representação relaciona-se com as duas dimensões e evidencia um distanciamento do esporte educacional. Os atores sociais indicam a necessidade de prática esportiva na escola com valores cooperativos, participativos, menos competitivista e não sexista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2003-09-26

Como Citar

VERBENA, E. do C. G.; ROMERO, E. AS RELAÇÕES DE GÊNERO NO ESPORTE POR DISCENTES DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE JUIZ DE FORA. Movimento, [S. l.], v. 9, n. 2, p. 113–125, 2003. DOI: 10.22456/1982-8918.2812. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2812. Acesso em: 4 dez. 2022.

Edição

Seção

Em foco