A LUDICIDADE NO "JOGO" DE RELAÇÕES TRABALHO/ESCOLA

Autores

  • José Ângelo Gariglio UFMG

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.2196

Palavras-chave:

Escola. Trabalho. Lúdico. Educação física. Lazer.

Resumo

O objetivo deste texto é, inicialmente, tentar discutir as relações de subserviência e clientelismo nos quais a escola se insere frente ao mundo do trabalho alienado, legitimando as práticas sociais que fundamentam os parâmetros básicos da ideologia capitalista. Ele procura, também, avançar esta discussão, tentando analisar a instituição escolar como um espaço dialético, onde podem existir perspectivas de mecanismos de resistência frente ao "jogo" imposto pela lógica do trabalho capitalista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Ângelo Gariglio, UFMG

professor de Educação Física especialista em Educação Física escolar. Cursa, atualmente, o Mestrado em Educação da Faculdade de Educação da UFMG e leciona no Centro de Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - CEFETMG.

Downloads

Publicado

2007-08-19

Como Citar

GARIGLIO, J. Ângelo. A LUDICIDADE NO "JOGO" DE RELAÇÕES TRABALHO/ESCOLA. Movimento, [S. l.], v. 2, n. 3, p. 27–33, 2007. DOI: 10.22456/1982-8918.2196. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2196. Acesso em: 24 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais