EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR EM BRASÍLIA, NA DÉCADA DE 1960

Autores

  • Ingrid Dittrich Wiggers Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.16115

Palavras-chave:

Educação Física, Educação, História, Fotografia

Resumo

A pesquisa teve como objetivo analisar atividades de educação física presentes no currículo original da Escola-Parque de Brasília, na década de 1960. Utilizamos como referência teórico-metodológica a história cultural, enfocando o tratamento de fontes primárias, como fotografias, documentos oficiais, entrevistas e publicações da época. As fontes evidenciaram que a educação física se realizava na forma de recreação, esportes, competições, desfiles e aulas, ocupando lugar de destaque na cultura escolar analisada. As atividades de educação física faziam parte de um projeto educacional inovador, cuja concepção pedagógica, currículo ampliado, turno integral e arquitetura especial valorizavam uma educação do corpo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ingrid Dittrich Wiggers, Universidade de Brasília

Licenciada em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mestre em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Maria. Doutora em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003).

Professora Associada na Faculdade de Educação Física da Universidade de Brasília (UnB), desde 2009.

Atuação no Programa de Pós-Graduação em Educação Física da UnB.

Membro do Núcleo "Infância, Comunicação e Arte", sediado na UFSC.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Downloads

Publicado

2011-03-26

Como Citar

WIGGERS, I. D. EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR EM BRASÍLIA, NA DÉCADA DE 1960. Movimento, [S. l.], v. 17, n. 1, p. 137–157, 2011. DOI: 10.22456/1982-8918.16115. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/16115. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais