RESSONÂNCIAS ENTRE PRÁTICAS DE SENSIBILIZAÇÃO E ELABORAÇÃO DE SI NA FORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

Autores

  • Flávio Soares Alves Universidade Estadual Paulista. Instituto de Biociências. Departamento de Educação Física. Rio Claro, SP. Brasil. http://orcid.org/0000-0002-1698-6535

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.101434

Palavras-chave:

Educação Física. Relações interpessoais. Aprendizagem social.

Resumo

Este estudo traz reflexões sobre práticas de sensibilização na formação em Educação Física. Interessou compreender essas práticas como “treino de si sobre si mesmo”. Foi realizada pesquisa de campo (2013-2016) na disciplina de graduação “Práticas Corporais e Autoconhecimento” – PCA/UNESP-RC. Na dimensão dos procedimentos, buscou-se respaldo na pesquisa-intervenção, para alimentar uma discussão intensamente comprometida com a experiência didática. Diários dos alunos e do professor foram utilizados como material de pesquisa (pós-consentimento dos alunos participantes). Para as análises, partiu-se de uma reflexão acerca da noção de relacionamento corporal, em Laban, focando nas ressonâncias linguísticas que essas práticas suscitam no exercício do pensamento. Observou-se que a sensibilização diz respeito à tecnologia mais primordial, por meio da qual os homens servem-se de seus corpos, para lapidar seus modos de ser. Dessa lapidação de si, se engendra uma formação em exercício, que aponta para a irredutibilidade do corpo e das relações na Educação Física.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flávio Soares Alves, Universidade Estadual Paulista. Instituto de Biociências. Departamento de Educação Física. Rio Claro, SP. Brasil.

Graduado em Educação Física - Licenciatura Plena - pela Unesp - Rio Claro (2001); Mestre em Artes pela Unicamp - Instituto de Artes (2006); Doutor em Ciências pela Escola de Educação Física e Esporte da USP (2011). Atualmente é Professor Assistente Doutor do Departamento de Educação Física da Unesp de Rio Claro, responsável pelas disciplinas de graduação: "Práticas Corporais e Autoconhecimento", "Atividades Rítmicas e Expressivas" e "Dança". É pesquisador e co-criador do Grupo "E-LABORE(si) - práticas corporais e tecnologias", liderado pelo prof. Dr. Carlos José Martins (Depto. de Educação Física - Unesp - Campus de Rio Claro). É membro pesquisador dos grupos de pesquisa: "CORPUS - Educação Física + Saúde Coletiva + Filosofia" (EEFE- USP), liderado pela profa. Dra. Yara Maria de Carvalho, e grupo "Tecnologias e Processos de subjetivação" (Depto. Educação - Unesp - Campus de Rio Claro), liderado pelo prof. Dr. Romualdo Dias. É o atual Coordenador do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) do Instituto de Biociências da Unesp de Rio Claro. Pesquisa os movimentos da invenção, a aprendizagem do/no corpo, o cuidado de si e a arte do viver na capoeira, dança e outras práticas corporais. A partir destes focos de trabalho movimenta suas investigações, tendo como referencial teórico-conceitual e metodológico a filosofia, as artes e as ciências humanas.

Downloads

Publicado

2020-07-20

Como Citar

ALVES, F. S. RESSONÂNCIAS ENTRE PRÁTICAS DE SENSIBILIZAÇÃO E ELABORAÇÃO DE SI NA FORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA. Movimento, [S. l.], v. 26, p. e26053, 2020. DOI: 10.22456/1982-8918.101434. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/101434. Acesso em: 27 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais