TRAJETÓRIAS DO HABITUS AVALIATIVO NO DECORRER DA CARREIRA DOCENTE

Evandra Hein Mendes, Ieda Parra Barbosa Rinaldi

Resumo


Este estudo analisou as trajetórias de estruturação e mudanças no habitus avaliativo de professores de Educação Física durante a carreira docente. Para tanto, foram entrevistados doze docentes da rede estadual de ensino básico do Paraná. Os dados foram analisados com o auxílio do programa NVivo 10, que possibilitou a identificação de categorias de análise. Os resultados revelaram que no decorrer da carreira dos docentes houve uma trajetória para práticas orientadas no processo (evolução) e no engajamento (centrada no coletivo), apesar das experiências vividas ao longo da vida escolar e da formação profissional terem determinado inicialmente o habitus avaliativo, que compreendia práticas orientadas para o produto (resultado) e a seleção (centrada no indivíduo). Tais mudanças resultaram das relações dos professores com as tensões do campo educacional, como a orientação dos documentos educacionais para a adoção da avaliação formativa, a função social assumida pela escola e as mudanças no perfil dos estudantes.

 


Palavras-chave


Estudos de avaliação. Educação Física. Ensino. Docentes.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.80352

Direitos autorais 2019 Movimento (ESEFID/UFRGS)



 

Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment