EDUCAÇÃO FÍSICA REFLEXIVA – PROBLEMAS, HIPÓTESES E PROGRAMA DE PESQUISA

Juliano de Souza

Resumo


Neste texto, esboço alguns cenários e hipóteses de trabalho para constituição de um programa de pesquisa que tem por escopo sugerir caminhos de desenvolvimento alternativos à teoria pedagógica da Educação Física a partir da dinâmica de reflexividade social. Para dar conta dessa agenda, estruturei o argumento em três frentes dialógicas. Na primeira delas, restituo alguns condicionantes epistemológicos e sociais que justificam a emergência de uma EF reflexiva. Em seguida, discuto alguns dos pilares da teoria da modernização reflexiva e identifico aqueles que acredito incidirem na área de EF. Por fim, reafirmo o movimento humano como objeto da EF e sugiro a noção de “biografia de movimento” como categoria êmica de estudo das dimensões biopsicossocioculturais do se-movimentar.

 


Palavras-chave


Educação Física. Movimento. Epistemologia.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.78269

Direitos autorais 2019 Movimento (ESEFID/UFRGS)



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment