UNICEF e algumas práticas de medicalização das famílias e crianças / UNICEF and some practices medicalization of families and children

Autores

  • Flavia Cristina Silveira Lemos Psicóloga, Mestre em Psicologia e Doutora em História (UNESP). Profa. adjunta IV em Psicologia UFPA.
  • Dolores Cristina Gomes Galindo Profa. de psicologia social/UFMT.
  • Cristiane de Souza Santos Assistente Social/FUNPAPA.
  • Robert Damasceno Rodrigues Graduando Psicologia/UFPA. Bolsista de IC CAPES-Jovens Talentos.

DOI:

https://doi.org/10.22456/2238-152X.49223

Palavras-chave:

UNICEF, Crianças e adolescentes, Práticas medicalizantes, Análise de documentos, Brasil

Resumo

O UNICEF, desde o final da II Guerra Mundial, no século XX, vem desenvolvendo intervenções dirigidas à proteção à saúde de mulheres, mas primeiramente de cuidado de crianças órfãs de guerra e, depois, ampliando as ações para a saúde materno-infantil. Após a década de setenta, tem estendido suas práticas para a defesa, proteção e garantia de direitos de crianças e adolescentes, em todos os países, especialmente os que classifica como pobres e em desenvolvimento. O Brasil é um dos países em que o UNICEF vem, desde 1946, atuando. Para tanto, lança publicações, cartilhas, organizando conferências, levantando estatísticas da violação de direitos de crianças e adolescentes, articulando organizações não governamentais politicamente, para induzir e fomentar maneiras de governar as condutas das populações que nomeia como em risco, em uma visão médica, higienista, disciplinar e biopolítica da sociedade. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flavia Cristina Silveira Lemos, Psicóloga, Mestre em Psicologia e Doutora em História (UNESP). Profa. adjunta IV em Psicologia UFPA.

Profa. no depto de psicologia social/UFPA. Bolsista de produtividade em pesquisa CNPQ PQ2.

Dolores Cristina Gomes Galindo, Profa. de psicologia social/UFMT.

Psicóloga/UFPE. Mestre e Doutora em Psicologia Social/PUC-SP. Profa. de Psicologia Social/UFMT.

Cristiane de Souza Santos, Assistente Social/FUNPAPA.

Assistente Social e Mestre em Psicologia/UFPA.

Downloads

Publicado

2014-12-05

Como Citar

Lemos, F. C. S., Galindo, D. C. G., Santos, C. de S., & Rodrigues, R. D. (2014). UNICEF e algumas práticas de medicalização das famílias e crianças / UNICEF and some practices medicalization of families and children. Revista Polis E Psique, 4(2), 44–64. https://doi.org/10.22456/2238-152X.49223

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)