EXPERIÊNCIAS DE ENSINO DA DANÇA EM CENÁRIOS NÃO ESCOLARES NO RIO DE JANEIRO DO SÉCULO XIX (DÉCADAS DE 1810-1850)

Autores

  • Victor Andrade Melo Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.56852

Palavras-chave:

Dança. História. Educação. Docentes.

Resumo

Na primeira metade do século XIX, estruturaram-se no Rio de Janeiro diversas iniciativas relacionadas à dança, entabuladas em um contexto marcado por uma vida social cada vez mais dinâmica, que tinha como um dos indicadores a conformação de um mercado de entretenimentos. Este estudo tem por objetivo discutir, nesse quadro, experiências de ensino da prática em cenários não escolares. Como marcos temporais, adotaram-se os anos 1810, quando começaram a se delinear tais iniciativas, e a década de 1850, auge da popularidade da dança na cidade. Para alcance do objetivo, como fontes utilizaram-se periódicos fluminenses publicados no período em tela. Espera-se melhor compreender uma esfera importante de educação do corpo que tinha vários pontos de interface com outros âmbitos sociais, inclusive o escolar, sendo também uma faceta da história da cidade que merece ser desvendada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-12-11

Como Citar

MELO, V. A. EXPERIÊNCIAS DE ENSINO DA DANÇA EM CENÁRIOS NÃO ESCOLARES NO RIO DE JANEIRO DO SÉCULO XIX (DÉCADAS DE 1810-1850). Movimento, [S. l.], v. 22, n. 2, p. 497–508, 2015. DOI: 10.22456/1982-8918.56852. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/56852. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais