SIGNIFICADOS DE DEMOCRACIA PARA OS SUJEITOS DA DEMOCRACIA CORINTHIANA

Autores

  • Mariana Zuaneti Martins Universidade Estadual de Campinas
  • Heloisa Helena Baldy dos Reis Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.39331

Palavras-chave:

sociologia do esporte, futebol,

Resumo

Esta pesquisa tem como tema central a Democracia Corinthiana, movimento de um grupo de jogadores e dirigentes do Sport Club Corinthians no período de 1981 a 1985. O objetivo deste artigo é examinar os significados atribuídos à democracia por jogadores, técnicos e dirigentes que foram sujeitos desse movimento. A partir da revisão bibliográfica sobre democracia, de duas entrevistas semiestruturadas e de pesquisa documental em jornais, encontramos declarações fornecidas por esses sujeitos de como eles entendiam a democracia no movimento alvinegro. Como resultado, encontramos respostas que variavam tanto em termos de defesas de procedimentos das tomada de decisões, como de conteúdo das conquistas alcançadas, além de alguns pontos contraditórios a estes. Deste modo, não se pode afirmar um sentido unívoco de democracia na Democracia Corinthiana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Zuaneti Martins, Universidade Estadual de Campinas

Doutoranda do PPG em Educação Física Universidade Estadual de Campinas (Unicamp);  membro pesquisadora do GEF – CNPq/Unicamp

Heloisa Helena Baldy dos Reis, Universidade Estadual de Campinas

Heloisa Helena Baldy dos Reis, Livre-Docente, Programa de Pós-graduação em Educação Física da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), líder do GEF – CNPq/Unicamp

Publicado

2013-09-16

Como Citar

MARTINS, M. Z.; REIS, H. H. B. dos. SIGNIFICADOS DE DEMOCRACIA PARA OS SUJEITOS DA DEMOCRACIA CORINTHIANA. Movimento, [S. l.], v. 20, n. 1, p. 81–101, 2013. DOI: 10.22456/1982-8918.39331. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/39331. Acesso em: 7 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais