DISTANCIAMENTOS E APROXIMAÇÕES ENTRE A EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR E AS PROPOSTAS PEDAGÓGICAS CRÍTICAS: O CASO DA TEORIA CRÍTICO-EMANCIPATÓRIA E DIDÁTICA COMUNICATIVA

Autores

  • Márcia Morschbacher Universidade Federal da Bahia
  • Carmen Lúcia da Silva Marques Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.29451

Palavras-chave:

Educação Física. Ensino. Educação.

Resumo

Este artigo objetiva discutir sobre o distanciamento e as possibilidades de aproximação entre a prática pedagógica concreta da escola e as propostas pedagógicas críticas da Educação Física, considerando como referência da discussão a Teoria Crítico-emancipatória e Didática Comunicativa. A argumentação desenvolvida em torno da problemática situa-se em dois pontos centrais: a necessidade de acesso ao conhecimento produzido e sistematizado referente a essa proposta pedagógica e suas teorias de base; e a superação da dicotomia entre o meio acadêmico e a escola - assentada no fomento de um efetivo diálogo entre ambas as instâncias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Morschbacher, Universidade Federal da Bahia

Mestre em Educação Física pela Universidade Federal de Pelotas e Doutoranda em Educação pela Universidade Federal da Bahia.

Carmen Lúcia da Silva Marques, Universidade Federal de Santa Maria

Doutora em Ciência do Movimento Humano pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e docente do CEFD/UFSM.

Downloads

Publicado

2013-01-18

Como Citar

MORSCHBACHER, M.; MARQUES, C. L. da S. DISTANCIAMENTOS E APROXIMAÇÕES ENTRE A EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR E AS PROPOSTAS PEDAGÓGICAS CRÍTICAS: O CASO DA TEORIA CRÍTICO-EMANCIPATÓRIA E DIDÁTICA COMUNICATIVA. Movimento, [S. l.], v. 19, n. 2, p. 149–166, 2013. DOI: 10.22456/1982-8918.29451. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/29451. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais