A LEITURA DE JOGO NO FUTEBOL PARA CEGOS

Autores

  • Márcio Pereira Morato Unicamp
  • Mariana Simões Pimentel Gomes FEF-UNICAMP
  • Edison Duarte Unicamp
  • José Júlio Gavião de Almeida

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.17261

Palavras-chave:

Futebol. Cegueira. Esportes

Resumo

Este estudo objetiva descrever e analisar as estratégias dos jogadores na leitura de jogo no futebol para cegos. Utilizamos entrevistas semi-estruturadas junto a jogadores e treinadores da modalidade. Após a transcrição recorremos à Análise de Enunciação, técnica da Análise de Conteúdo, para interpretar os temas enunciados nas falas dos entrevistados. As temáticas encontradas (Referências Sonoras/Cinestésicas, Mapa Mental, Comunicação, Características Jogadores) representam as estratégias utilizadas pelos entrevistados na leitura do jogo, pois permitem a orientação espacial baseada em pontos de referência fixos e móveis (jogadores) com recurso às suas potencialidades figuradas nas percepções auditivas e cinestésicas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcio Pereira Morato, Unicamp

Mestre e doutorando na área de concentração Atividade Física, Adaptação e Saúde e na linha de pesquisa Atividade Física para Pessoas com Necessidades Especiais pela Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas (FEF-UNICAMP). Bacharel e licenciado em Educação Física também pela FEF-UNICAMP. Coordenador nacional de Goalball junto ao Comitê Paraolímpico Brasileiro e técnico da seleção brasileira feminina da modalidade. Professor do Projeto Paraolímpicos do Futuro Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB). Autor e organizador de livros didáticos e infantis sobre a temática das pessoas com deficiência. Pesquisador nas áreas: pessoas com deficiência, pedagogia dos esportes, esportes coletivos e aspectos antropológicos.

Mariana Simões Pimentel Gomes, FEF-UNICAMP

É doutoranda em Atividade Física Adaptada pela Faculdade de Educação Física da UNICAMP, mestre na área de concentração Atividade Física Adaptação e Saúde pela Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas (FEF-UNICAMP). Licenciada e bacharel em Educação Física pela mesma faculdade. Bolsista do programa Santander de Mobilidade internacional na Universidade da Coruña - Espanha (UDC) 2007/2008. É árbitra internacional de goalball (Nível2) e desenvolve projetos na linha de pesquisa atividade física para pessoas com necessidades especiais, Pedagogia do Esporte e Ensino das Lutas.

Edison Duarte, Unicamp

Possui graduação em Fisioterapia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1976), mestrado em Biologia e Patologia Buco Dental pela Universidade Estadual de Campinas (1984) e doutorado em Anatomia Humana pela Universidade de São Paulo (1988). Atualmente é professor associado da Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de saúde, com ênfase em Anatomia e Neuroanatomia, atuando principalmente nos seguintes temas: inclusão, "imagem corporal", deficientes, "educação física" e crianças

José Júlio Gavião de Almeida

Possui graduação em Educação Física pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas -PUCC(1982). Especialização em Ginástica Artística pela Universidade Estadual de São Paulo-USP(1995). Mestrado em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba-UNIMEP (1992). Doutorado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP (1995). Atualmente é Professor Assistente Doutor da UNICAMP, bem como, membro da Congregação da referida instituição. As principais temáticas relacionadas às áreas de Estudo, Pesquisas e relativas Aplicações práticas, envolvem os seguintes temas: Deficiência Visual; Aprendizagem e iniciação esportiva com ênfase em Esportes Paralímpicos e em .Lutas/Artes Marciais/Esportes de Combate.

Downloads

Publicado

2011-08-14

Como Citar

MORATO, M. P.; GOMES, M. S. P.; DUARTE, E.; ALMEIDA, J. J. G. de. A LEITURA DE JOGO NO FUTEBOL PARA CEGOS. Movimento, [S. l.], v. 17, n. 3, p. 97–114, 2011. DOI: 10.22456/1982-8918.17261. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/17261. Acesso em: 27 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais