O FINANCIAMENTO DOS PROGRAMAS FEDERAIS DE ESPORTE E LAZER NO BRASIL (2004 A 2008)

Bárbara Schausteck de Almeida, Wanderley Marchi Júnior

Resumo


Propomos nessa pesquisa responder as seguintes questões: quanto, em recursos financeiros, os programas de esporte e lazer receberam sob a forma de gastos diretos do governo federal e através dos repasses aos estados e municípios entre 2004 e 2008? Que fatores podem justificar os investimentos prioritários do governo federal nesse período? Através da coleta dos dados da Controladoria-Geral da União, mostramos que o somatório investido pelo governo federal priorizou o esporte de alto rendimento. Com pressupostos da Sociologia reflexiva de Pierre Bourdieu, esboçamos algumas justificativas para entender essa prioridade no período abordado envolvendo a compreensão das lógicas do campo político.


Palavras-chave


Política. Esportes. Financiamento Governamental. Brasil.

Texto completo:

PDF-BR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.13103



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment