ABRIR A CAIXA PRETA: PRÁTICAS DE CONCILIAÇÃO ENTRE VIDA FAMILIAR E TREINAMENTO EM TRIATLETAS

Rodrigo Andres Soto-Lagos, Natalia Diaz-Alday

Resumo


O triatlo é um esporte que se tornou popular nos últimos anos. Para praticá-lo, as pessoas precisam investir dinheiro e tempo que afetam sua vida pessoal e familiar, gerando tensões e conflitos com seus familiares. O objetivo deste estudo, sob uma metodologia qualitativa, foi compreender as práticas que atletas, homens e mulheres, criam para conciliar vida familiar e treinamento. Os resultados mostram que existem três processos que os triatletas vivem presumindo essa prática: desequilíbrio, adaptação e manutenção. O artigo conclui expressando que esses processos podem contribuir tanto para treinadores, psicólogos esportivos e gestores quanto o conhecimento gerado permitirá conter, facilitar e promover processos positivos entre os atletas e suas famílias.

 


Palavras-chave


Triatlo. Família. Pesquisa qualitativa. Equilíbrio trabalho-vida.



DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.82760

Direitos autorais 2019 Movimento (ESEFID/UFRGS)




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment