“VAI JOGAR?” FATORES QUE INFLUENCIAM A PARTICIPAÇÃO DE ADOLESCENTES COM PARALISIA CEREBRAL NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

Autores

  • Priscilla Rezende Pereira Figueiredo Associação Mineira de Reabilitação
  • Marisa Cotta Mancini Universidade Federal de Minas Gerais
  • Marina De brito Brandão Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.79926

Palavras-chave:

Educação Física e treinamento. Adolescente. Paralisia cerebral. Inclusão educacional.

Resumo

O objetivo do estudo foi compreender fatores que influenciam a participação de adolescentes com paralisia cerebral (PC) na Educação Física Escolar. Dez adolescentes com PC foram entrevistados utilizando roteiro de entrevista semiestruturado, cujo conteúdo foi gravado, transcrito e submetido à Análise de Conteúdo. Três categorias e sete subcategorias emergiram dessa análise. Verificou-se que fatores ambientais (atitudinais e físicos) e pessoais influenciaram a participação. Especificamente, as atitudes de colegas, professores e monitores, bem como a disponibilidade de dispositivos de auxílio para marcha e a acessibilidade física da escola foram elementos importantes que impactaram, negativamente ou positivamente, a participação na Educação Física. Características pessoais, como medo de realizar as atividades e baixa ou alta percepção de autoeficácia, também influenciaram o engajamento dos adolescentes na Educação Física e devem ser consideradas por profissionais da Educação Física e reabilitação.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscilla Rezende Pereira Figueiredo, Associação Mineira de Reabilitação

Coordenadora do Núcleo de Ensino e Pesquisa da Associação Mineira de Reabilitação, Belo Horizonte, MG, Brasil.

Marisa Cotta Mancini, Universidade Federal de Minas Gerais

Professora Titular do Departamento de Terapia Ocupacional, Programa de Pós Graduação em Ciências da Reabilitação, Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Universidade Federal de Minas Gerais,  Belo Horizonte, MG, Brasil.

Marina De brito Brandão, Universidade Federal de Minas Gerais

Professora Adjunta do Departamento de Terapia Ocupacional, Programa de Pós Graduação em Ciências da Reabilitação, Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Universidade Federal de Minas Gerais,  Belo Horizonte, MG, Brasil.

Downloads

Publicado

2018-09-30

Como Citar

FIGUEIREDO, P. R. P.; MANCINI, M. C.; BRANDÃO, M. D. brito. “VAI JOGAR?” FATORES QUE INFLUENCIAM A PARTICIPAÇÃO DE ADOLESCENTES COM PARALISIA CEREBRAL NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR. Movimento, [S. l.], v. 24, n. 3, p. 801–814, 2018. DOI: 10.22456/1982-8918.79926. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/79926. Acesso em: 28 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais