ABRIR A CAIXA PRETA: PRÁTICAS DE CONCILIAÇÃO ENTRE VIDA FAMILIAR E TREINAMENTO EM TRIATLETAS

Autores

  • Rodrigo Andres Soto-Lagos Universidad Andrés Bello, Facultad de Educación y Ciencias Sociales. Núcleo de Investigación.
  • Natalia Diaz-Alday Pontificia Universidad Católica de Valparaíso. Escuela de Psicología.

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.82760

Palavras-chave:

Triatlo. Família. Pesquisa qualitativa. Equilíbrio trabalho-vida.

Resumo

O triatlo é um esporte que se tornou popular nos últimos anos. Para praticá-lo, as pessoas precisam investir dinheiro e tempo que afetam sua vida pessoal e familiar, gerando tensões e conflitos com seus familiares. O objetivo deste estudo, sob uma metodologia qualitativa, foi compreender as práticas que atletas, homens e mulheres, criam para conciliar vida familiar e treinamento. Os resultados mostram que existem três processos que os triatletas vivem presumindo essa prática: desequilíbrio, adaptação e manutenção. O artigo conclui expressando que esses processos podem contribuir tanto para treinadores, psicólogos esportivos e gestores quanto o conhecimento gerado permitirá conter, facilitar e promover processos positivos entre os atletas e suas famílias.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Andres Soto-Lagos, Universidad Andrés Bello, Facultad de Educación y Ciencias Sociales. Núcleo de Investigación.

Profesor Investigador.

Universidad Andrés Bello, Facultad de Educación y Ciencias Sociales. Núcleo de Investigación. 

Natalia Diaz-Alday, Pontificia Universidad Católica de Valparaíso. Escuela de Psicología.

Psicologa.

Pontificia Universidad Católica de Valparaíso. Escuela de Psicología.

Publicado

2019-01-06

Como Citar

SOTO-LAGOS, R. A.; DIAZ-ALDAY, N. ABRIR A CAIXA PRETA: PRÁTICAS DE CONCILIAÇÃO ENTRE VIDA FAMILIAR E TREINAMENTO EM TRIATLETAS. Movimento, [S. l.], v. 24, n. 4, p. 1191–1204, 2019. DOI: 10.22456/1982-8918.82760. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/82760. Acesso em: 24 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais