ANÁLISE DAS PRÁTICAS E O PROCESSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA: IMPLICAÇÕES PARA A FUNDAMENTAÇÃO DA EPISTEMOLOGIA DA PRÁTICA PROFISSIONAL

Autores

  • Luiz Gustavo Bonatto Rufino UNESP Rio Claro
  • Larissa Cerignoni Benites Universidade Estadual de Santa Catarina - UDESC.
  • Samuel de Souza Neto UNESP Rio Claro

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.62108

Palavras-chave:

Educação Física e Treinamento. Ensino. Educação. Educação profissional.

Resumo

Objetivou-se, neste estudo, analisar e compreender as possibilidades de utilização de estratégias da Análise das Práticas (AP) para o engendramento da epistemologia da prática profissional, apresentando algumas técnicas e formas de uso que podem contribuir com os processos de formação de professores de Educação Física. Essas estratégias têm como desdobramento corroborar a análise dos saberes docentes, bem como tornarem-se possíveis instrumentos para os processos formativos e para as investigações científicas. Além disso, podem colaborar com o aprimoramento do trabalho docente na Educação Física, contribuindo com a valorização e o fortalecimento de sua legitimidade social. Por fim, considera-se fundamental que os professores possam compreender que suas ações engendram uma diversidade de saberes que muitas vezes ficam restritos ao âmbito privado. Dessa forma, a Educação Física pode se apropriar dessas estratégias, integrando-as ao conjunto de ações que permitam conceder à prática o estatuto de importância que lhe deve ser atribuído.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Gustavo Bonatto Rufino, UNESP Rio Claro

Graduado em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista, Unesp Rio Claro (bacharel e licenciatura). Mestre em Desenvolvimento Humano e Tecnologias e doutorando em Ciências da Motricidade por essa mesma instituição. Professor de Educação Física e pesquisador membro dos seguintes grupos: Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação Física: Formação Profissional e Campo de Trabalho (NEPEF: FPCT) e Docência, Formação de Professores e Práticas de Ensino (DOFPPEN).

Larissa Cerignoni Benites, Universidade Estadual de Santa Catarina - UDESC.

Licenciada em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista, Unesp Rio Claro, mestre e doutora em Ciências da Motricidade por essa mesma instituição. Professora na Universidade Estadual de Santa Catarina (UDESC) e membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação Física: Formação Profissional e Campo de Trabalho (NEPEF: FPCT).

Samuel de Souza Neto, UNESP Rio Claro

Graduado em Educação Física e Pedagogia pelo Pontifício Instituto das Missões (PIME) e em Letras pela UNESP Assis. Mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e doutor em Educação pela Universidade de São Paulo (USP), Professor livre docente do Departamento de Educação da Unesp Rio Claro e coordenador dos grupos Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação Física: Formação Profissional e Campo de Trabalho (NEPEF: FPCT) e Docência, Formação de Professores e Práticas de Ensino (DOFPPEN).

Downloads

Publicado

2017-03-29

Como Citar

RUFINO, L. G. B.; BENITES, L. C.; SOUZA NETO, S. de. ANÁLISE DAS PRÁTICAS E O PROCESSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA: IMPLICAÇÕES PARA A FUNDAMENTAÇÃO DA EPISTEMOLOGIA DA PRÁTICA PROFISSIONAL. Movimento, [S. l.], v. 23, n. 1, p. 393–406, 2017. DOI: 10.22456/1982-8918.62108. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/62108. Acesso em: 30 jan. 2023.

Edição

Seção

Ensaios