QUALIS PERIÓDICOS E A PRODUÇÃO DE CAPITAL CIENTÍFICO NOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

Autores

  • Priscilla Maia da Silva Mestre em Educação Física. Bolsista de doutorado CAPES. Programa de Pós-Graduação em Educação Física Associado UEL/UEM. Universidade Estadual de Londrina.
  • Jeane Barcelos Soriano Docente do Centro de Educação Física e Esporte. Universidade Estadual de Londrina.

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.41002

Palavras-chave:

Avaliação. Produção Científica. Pós-Graduação. Educação Física.

Resumo

Objetivo: verificar nos documentos oficiais da Avaliação Trienal dos Programas de Pós-Graduação (PPGs) em Educação Física (EF) (triênios de 2007 e 2010) o funcionamento do Qualis Periódicos (Qualis P) na determinação de regras objetivas para obtenção de capital científico. Metodologia: a abordagem qualitativa e o estudo do tipo exploratório foram os meios mais adequados para a condução do estudo. Selecionamos seis PPGs em EF. Coletamos os dados nos comentários dos avaliadores em doze Fichas da Avaliação Trienal de 2007 e 2010. Conclusão: o Qualis P funciona como estrutura estruturada estabelecendo o princípio lógico de acúmulo de capital científico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscilla Maia da Silva, Mestre em Educação Física. Bolsista de doutorado CAPES. Programa de Pós-Graduação em Educação Física Associado UEL/UEM. Universidade Estadual de Londrina.

Endereço para correspondência:

Rua Benjamim Constant, 1369, apto 4, Centro.

CEP: 86020-320.

Londrina-Paraná. Brasil.

Jeane Barcelos Soriano, Docente do Centro de Educação Física e Esporte. Universidade Estadual de Londrina.

Endereço para correspondência:

Universidade Estadual de Londrina

Centro de Educação Física e Esporte - Departamento de Educação Física

Caixa Postal 10.011 - CEP: 86057-970 – Londrina - PR – Brasil.

Publicado

2013-10-02

Como Citar

MAIA DA SILVA, P.; SORIANO, J. B. QUALIS PERIÓDICOS E A PRODUÇÃO DE CAPITAL CIENTÍFICO NOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA. Movimento, [S. l.], v. 20, n. 1, p. 281–304, 2013. DOI: 10.22456/1982-8918.41002. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/41002. Acesso em: 2 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais