PRÁTICAS DE LAZER DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS

Autores

  • Giselle Alves de Moura Universidade Federal de Minas Gerais/Prefeitura Municipal de Belo Horizonte
  • Luciana Karine de Souza Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.36131

Palavras-chave:

Atividades de lazer. Idoso. Instituição de longa permanência para idosos.

Resumo

O estudo relata as experiências das práticas de lazer em idosos residentes em instituições de longa permanência filantrópicas conveniadas com a Prefeitura de Belo Horizonte. Trata-se de uma pesquisa predominantemente qualitativa que se insere no campo interdisciplinar dos estudos do lazer. Foram entrevistados 47 idosos (70% mulheres), com média de idade de 80 anos. As práticas mais citadas foram religiosas, relações interpessoais, ginástica, assistir televisão e práticas manuais e artesanais. Os resultados são discutidos com base na literatura e são traçadas recomendações para o profissional que pretende promover lazer ao idoso institucionalizado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Giselle Alves de Moura, Universidade Federal de Minas Gerais/Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Professora e pesquisadora

Luciana Karine de Souza, Universidade Federal de Minas Gerais

Possui Doutorado em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com estágio de doutorado PDEE/CAPES na Duke University (EUA). Realizou estudos de pós-doutorado (CNPq) na UFRGS em 2012, bem como de 2013-2018 (PNPD-CAPES) como consultora em análise qualitativa de dados no PPG-Psicologia da UFRGS (CAPES 7). Conduz pesquisas em temas associados à psicologia, psicologia do desenvolvimento humano, psicologia do desenvolvimento social e da personalidade, psicologia das relações interpessoais. Leciona e conduz/orienta pesquisas com populações da infância à velhice, com base multimetodológica e interdisciplinar.

Downloads

Publicado

2013-05-11

Como Citar

MOURA, G. A. de; SOUZA, L. K. de. PRÁTICAS DE LAZER DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS. Movimento, [S. l.], v. 19, n. 4, p. 69–93, 2013. DOI: 10.22456/1982-8918.36131. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/36131. Acesso em: 3 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.