ARTE MARCIAL E ESPORTE: UM ESTUDO ETNOGRÁFICO SOBRE UMA EQUIPE DE JUDÔ DE PELOTAS –RS

Autores

  • Arisson Vinícius Landgraf Gonçalves FURG
  • Raquel da Silveira FURG

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.19159

Palavras-chave:

Lutas. Estudo etnográfico. Processo de esportivização

Resumo

Em meio à diversidade de significados que as lutas possuem, um dos aspectos que chama atenção é vê-las enquanto uma modalidade esportiva em ascendência na atualidade. Assim, com o objetivo de compreender os significados que são atribuídos às lutas por seus praticantes, realizamos um estudo etnográfico com uma equipe de judô da cidade de Pelotas/RS. Durante os oito meses de observações foi possível perceber que o judô praticado pelo grupo se encontra em um constante período de transformação de significados, que estabelecem vínculos às orientações culturais orientais e à racionalização da prática em função de um processo de esportivização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arisson Vinícius Landgraf Gonçalves, FURG

Mestrando do PPG Educação em Ciência: Química da vida e Saúde (FURG)

Raquel da Silveira, FURG

possui graduação em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2004) e mestrado em Ciências do Movimento Humano pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2008). Docente na Universidade Federal do Rio Grande (FURG).

Downloads

Publicado

2012-04-13

Como Citar

GONÇALVES, A. V. L.; SILVEIRA, R. da. ARTE MARCIAL E ESPORTE: UM ESTUDO ETNOGRÁFICO SOBRE UMA EQUIPE DE JUDÔ DE PELOTAS –RS. Movimento, [S. l.], v. 18, n. 2, p. 129–147, 2012. DOI: 10.22456/1982-8918.19159. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/19159. Acesso em: 5 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais