Educação de surdos na Espanha: análise bibliométrica em bases de dados de teses doutorais (1987-2017)

Autores

  • Daiane Natalia Schiavon Universidade Federal de São Carlos
  • Maria Cristina Piumbato Innocentini Hayashi Universidade Federal de São Carlos

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245261.65-83

Palavras-chave:

Educação de surdos, Espanha, Produção científica, Bibliometria.

Resumo

A educação de alunos surdos é um tema presente em debates acadêmicos refletindo-se em estudos no cenário da produção científica nacional e internacional. O objetivo do presente trabalho é identificar e analisar a produção científica espanhola oriunda de teses doutorais sobre a educação de surdos e apresentar indicadores bibliométricos que melhor representem o perfil das temáticas destas pesquisas. De abordagem bibliométrica combinada com a análise de conteúdo, o estudo elegeu para seleção das teses a Base de Datos de Teses Doctorales e a base Tesis Doctorales en Rede, ambas do Ministerio de Educación, Cultura y Deporte do Gobierno de España, mediante a utilização das seguintes expressões de busca “sordos”, “sordera”, “deficiencia auditiva” e “discapacidad auditiva”. As seguintes categorias foram analisadas no corpus selecionado (n=45): evolução temporal, autores, orientadores e seus respectivos gêneros, instituições de defesa, áreas de conhecimento, temáticas e abordagens comunicativas utilizadas nos estudos. Os resultados desse panorama bibliométrico expressam uma diversificada produção científica sobre educação de surdos em programas de doutorado (n=28) em universidades espanholas (n=22) sobre diferentes temáticas, entre as quais aquelas relacionadas à população alvo dos estudos e às biotecnologias assistivas, com preponderância de estudos nas áreas de Educação, Psicologia e Linguística. Verificou-se que dentre as abordagens comunicativas adotadas nos estudos preponderou o oralismo e o bilinguismo. Nas conclusões recomenda-se que futuros estudos utilizem diferentes bases de dados e tipologias documentais, tais como artigos científicos, visando estabelecer comparações e ampliar as análises sobre a produção científica de educação de surdos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daiane Natalia Schiavon, Universidade Federal de São Carlos

Doutora em Educação Escolar pela Universidade Estadual Paulista - UNESP/FCLAr em parceria com a Universidad "Alcalá de Henares" - Espanha (estágio doutoral). Mestre em Educação Escolar pela mesma Universidade. Graduada em Pedagogia pela Unesp/FC. Especialista em Métodos e Técnicas de Ensino pela UTFPR/PR e em Práticas Educacionais Inclusivas pela UNESP/FC. Atualmente realiza Pós-Doutorado em Educação Especial na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). É membro do Grupo de Estudos e Pesquisas na Educação Básica Educação Especial - GEPEB-EDESP (UNESP - FCLAr) e do grupo de pesquisa IDE da "Universidad de Alcalá" (Espanha). Trabalha principalmente com pesquisas científicas na área de Educação Especial, Inclusão, surdez, bibliometria e pesquisa científica.

Maria Cristina Piumbato Innocentini Hayashi, Universidade Federal de São Carlos

Professora Titular em Ciência da Informação (UFSCar) é docente do Departamento de Ciência da Informação e dos Programas de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade (PPGCTS/UFSCar); Educação (PPGE/UFSCar); e Educação Especial (PPGEEs/UFSCar). Bacharel em Ciências Sociais pela Unesp/Araraquara (1979), mestre (1986) e doutora (1995) em Educação pela UFSCar. Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade/UFSCar (fev. 2010 - maio 2014) e vice-coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação Especial/UFSCar (set. 2004 - ago.2008), organizadora do 2º. Encontro Brasileiro de Bibliometria e Cientometria (2o. EBBC) em 2010. Tem conduzido pesquisas sobre as dimensões quantitativa e qualitativa da produção científica em várias áreas de conhecimento, por meio da Bibliometria e da Cientometria. Também realiza pesquisas sobre questões de gênero em ciência e tecnologia, expertise e think tanks brasileiros, consultas públicas online, avaliação da pós-graduação, processos de produção, comunicação e apropriação do conhecimento científico, ancorada nas abordagens da Sociologia da Ciência.Perfil na plataforma ORCID de identificação (única) de cientistas: http://orcid.org/0000-0003-1250-3767

Downloads

Publicado

2020-01-01

Como Citar

SCHIAVON, D. N.; HAYASHI, M. C. P. I. Educação de surdos na Espanha: análise bibliométrica em bases de dados de teses doutorais (1987-2017). Em Questão, Porto Alegre, v. 26, n. 1, p. 65–83, 2020. DOI: 10.19132/1808-5245261.65-83. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/89745. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)