A CULTURA AFRO-BRASILEIRA E A EDUCAÇÃO FÍSICA: UM RETRATO DA PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO

Isabela Talita Gonçalves de Lima, Lívia Tenorio Brasileiro

Resumo


O estudo objetiva analisar os artigos científicos, oriundos dos periódicos da área de Educação Física, que tematizem a Cultura Afro-Brasileira. Nossa pesquisa teve o recorte temporal de 2001 a 2017, reconhecendo oito periódicos da área e catalogando 92 artigos. Os dados indicam que as produções se concentram em dois temas, são eles: estudos sobre capoeira e estudos sobre o racismo no futebol. Concluímos que, embora a Cultura Afro-Brasileira seja amplamente rica, é necessário acrescer seu lastro na produção de conhecimento da área, tornando-se palco de pesquisas que aprofundem seu arcabouço teórico, principalmente em um país ainda com marcas de racismo, como é o Brasil, visando contribuir para a valorização da Cultura Afro-Brasileira principalmente no que concerne ao seu papel na construção da igualdade social.

 


Palavras-chave


Cultura. Grupo com ancestrais do continente africano. Capoeira. Futebol.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.93164

Direitos autorais 2020 Movimento (ESEFID/UFRGS)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment