PRODUÇÃO CIENTÍFICA RELACIONADA AO BASQUETEBOL EM TESES E DISSERTAÇÕES BRASILEIRAS: ANÁLISE BIBLIOMÉTRICA

Larissa Fernanda Porto Maciel, Franciane Maria Araldi, Alexandra Folle, Alexandro Andrade

Resumo


Este estudo visou analisar a produção científica relacionada ao basquetebol em teses e dissertações brasileiras no século XXI. Os trabalhos científicos foram rastreados na Biblioteca Digital de Teses e Dissertações, no Banco de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e no Google Acadêmico, por meio da equação Basquete* OR Basket*, tendo como abrangência temporal 2001-2018. A busca resultou em 79 trabalhos defendidos, sendo 18 teses e 61 dissertações. A Universidade Estadual de Campinas e as regiões Sul e Sudeste se destacaram como a IES e as regiões com maior número de estudos. Além disso, averiguou-se que os aspectos relativos aos eixos fisiológico e pedagógico têm sido os mais estudados, assim como as palavras-chave em destaque têm sido basquetebol e capacidade/habilidade. As informações demonstraram ainda a incipiência de trabalhos, sobre basquetebol no Brasil, com apoio de órgãos financiadores.


Palavras-chave


Basquetebol; Bibliometria; Conhecimento; Universidades

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.88291



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment