CRÍTICA E RENOVAÇÃO DA EDUCAÇÃO FÍSICA COLOMBIANA: UMA COMPARAÇÃO COM O BRASIL

Karen Lorena Gil Eusse, Felipe Quintão Almeida, Valter Bracht

Resumo


O artigo analisa um movimento de crítica e renovação da Educação Física colombiana a partir das últimas décadas do século XX, comparando-o com fenômeno similar no Brasil. Metodologicamente, está fundamentado, de um lado, na análise de conteúdo de dois periódicos colombianos e em 16 entrevistas com profissionais da Educação Física daquele país. De outro lado, baseia-se na farta literatura dedicada ao tema no Brasil. A reflexão comparada demonstra as consequências diversas do processo de esportivização e cientifização do componente curricular, oportunidade para identificar semelhanças, diferenças, continuidades, rupturas, mas, também, as renovações epistemológicas produzidas na Educação Física dos dois países.

 

 


Palavras-chave


Esportes. Ciência. Brasil. Colômbia.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.105572

Direitos autorais 2021 Movimento (ESEFID/UFRGS)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment