FUTSAL FEMININO NA AMÉRICA DO SUL: TRAJETÓRIAS DE ENFRENTAMENTO E DE CONQUISTAS

Autores

  • Helena Altmann UNICAMP
  • Heloisa Helena Baldy dos Reis UNICAMP

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.35077

Palavras-chave:

Futebol feminino, Fustsal, Gênero, América do Sul.

Resumo

Este artigo analisa as experiências com futebol de jogadoras de futsal de seleções nacionais de países da América do Sul. Foram realizadas entrevistas com 16 jogadoras de seis países em 2009. Conclui-se que elas se constituíram como jogadoras a partir da prática informal do futebol em companhia de homens. Para jogar, elas precisaram dominar habilidades futebolísticas e enfrentar barreiras sociais que relacionam o futebol e aquelas que o praticam ao masculino. Todas destacam a falta de estrutura esportiva nos seus países, no entanto, o Brasil é visto como tendo uma estrutura privilegiada para esse esporte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Helena Altmann, UNICAMP

Doutora em Educação, Professora da Faculdade de Educação Física da UNICAMP, Departamento Educação Física e Humanidades.

Heloisa Helena Baldy dos Reis, UNICAMP

Doutora em Educação Física, Professora da Faculdade de Educação Física da UNICAMP, Departamento de Ciências dos Esportes.

Downloads

Publicado

2013-04-25

Como Citar

ALTMANN, H.; REIS, H. H. B. dos. FUTSAL FEMININO NA AMÉRICA DO SUL: TRAJETÓRIAS DE ENFRENTAMENTO E DE CONQUISTAS. Movimento, [S. l.], v. 19, n. 3, p. 211–232, 2013. DOI: 10.22456/1982-8918.35077. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/35077. Acesso em: 7 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais