A PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE AS DIRETRIZES CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO FÍSICA (DCNEF): DETERMINAÇÕES HISTÓRICAS E IMPLICAÇÕES PARA FORMAÇÃO E INTERVENÇÃO PROFISSIONAL

Júlio César Apolinário Maia, Michele Silva Sacardo

Resumo


A presente investigação, cuja tipologia por delineamento é designativa de uma Pesquisa Bibliográfica, debruça-se sobre a produção científica relativa às Diretrizes Curriculares para a Educação Física (DCNEF), objetivando apreender as circunstâncias históricas que estruturam o embate existente no campo da formação e, por conseguinte, intervenção profissional nesta área. Utiliza-se a base dados P@rthenon para levantamento da produção e, posteriormente, identifica 23 artigos, publicados em diversificados instantes e periódicos, classificados em três condicionantes: a) Elaboração das DCNEF; b) Resolução CNE/CES nº 07/2004; c) Minuta de 2015. O esforço de síntese identifica que passa a existir, entre os dois últimos condicionantes, tanto uma tendência de readequação da divergência de posicionamentos, como também uma lacuna evidenciada na produção científica ante o número restrito de pesquisas que, após a promulgação da Minuta de 2015, vislumbram subterfúgio ao direcionamento dado a formação e intervenção na área desde as duas últimas décadas.

 


Palavras-chave


Atividades cientificas e tecnológicas. Currículo. Legislação.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.97618

Direitos autorais 2020 Movimento (ESEFID/UFRGS)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment