MASCULINIDADES NO ESPORTE: O CASO DO RUGBY

Francisca Islandia Cardoso da Silva, Dulce Maria Filgueira de Almeida

Resumo


O ensaio objetiva problematizar o rugby como prática mediadora na configuração de significados de masculinidades. Em meio ao processo civilizatório e ao movimento sufragista, o regulamento da modalidade e as masculinidades defendidas pelos praticantes sofreram modificações. O rugby realizou um movimento não linear em que ora reproduz concepções tradicionais, ora contribui para tensionamentos nas relações de gênero.

 


Palavras-chave


Esportes. Identidade de gênero. Masculinidade.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.94214

Direitos autorais 2020 Movimento (ESEFID/UFRGS)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment