CONTRIBUIÇÕES DA PRÁTICA DO IOGA NA CONDIÇÃO DE SAÚDE, ATITUDES E COMPORTAMENTOS DE MULHERES ADULTAS E IDOSAS

Julio Mizuno, Jeniffer Zanetti Brandani, Silvia Deutsch, Fernanda Rossi, Henrique Luiz Monteiro

Resumo


Este estudo analisa as percepções de mulheres adultas e idosas sobre as mudanças nas condições de saúde, atitudes e comportamentos, relacionadas à prática de Hatha Yoga. Dez mulheres com idades entre 54 e 72 anos participaram desta pesquisa qualitativa, do tipo descritivo. Foi realizada uma sessão de grupo focal com temas relacionados à prática de ioga, condições físicas, de saúde e doença, social e psicoemocional. Os resultados indicam que o programa proporcionou às mulheres a aprendizagem e incorporação dos ásanas, tornando-as mais conscientes e autônomas nos cuidados com a saúde física. O entendimento dos conceitos filosóficos do ioga refletiu no enfrentamento de situações e problemas pessoais, nas relações familiares e sociais, além de proporcionar um novo olhar sobre si mesmas em relação ao autocuidado e à individualidade. Conclui-se que o ioga, pautado na integralidade do indivíduo, representa um importante recurso terapêutico para a saúde e bem-estar do ser humano.

 


Palavras-chave


Ioga. Atitude. Comportamento. Saúde.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.75680



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment