Espaço e planejamento urbano na sociedade contemporânea: políticas públicas e a busca por uma marca identitária na cidade de Curitiba

Simone Rechia

Resumo


Diante das transformações espaciais e sociais ocorridas nas últimas décadas nas grandes metrópoles, tornam-se oportunas as discussões relativas ao planejamento urbano quando se pretende analisar o “sentido da forma” de alguns espaços das cidades. Esse é o ponto de partida para este artigo, pois o processo de formação do espaço urbano de Curitiba é percebido, inicialmente, como uma mudança morfológica, que tem como pano de fundo alguns paradigmas do processo de modernização das cidades, entre eles a busca por marcas identitárias. Pretendo, nesta breve análise, apontar algumas características das formas de produção de espaços pelas quais a prática urbanística e arquitetônica tem passado, dando uma ênfase especial às tendências contemporâneas.

Palavras-chave


Cidade. Planejamento urbano. Políticas públicas. Espaço

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.2882



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment