Metodologia de avaliação de conforto ambiental de projetos escolares usando o conceito de otimização multicritério

Autores

  • Valéria Azzi Collet da Graça Centro Federal de Educação Tecnológica de São Paulo
  • Doris Catharine Cornelie Knatz Kowaltowski Universidade Estadual de Campinas

Palavras-chave:

metodologia de projeto, otimização multicritério, conforto ambiental, prédio escolar

Resumo

Avaliações pós-ocupação realizadas em prédios de escolas do Estado de São Paulo mostraram que os edifícios possuem uma série de problemas relacionados ao conforto ambiental, o que permite considerar que os parâmetros atuais de projeto necessitam de uma revisão criteriosa. Esta pesquisa apresenta um método de avaliação e otimização de projetos arquitetônicos de escolas para a rede pública estadual de São Paulo, considerando a formulação dos parâmetros de conforto ambiental que são utilizados na fase de anteprojeto. O objetivo da avaliação/otimização do projeto foi maximizar diversos aspectos de conforto ambiental e qualificar as diversas soluções de projeto existentes. O método de avaliação foi aplicado em 35 projetos de escolas. Os resultados mostraram a existência de conflito entre os diferentes parâmetros de conforto ambiental e a importância do uso da otimização para a avaliação de projetos. Observou-se que não é possível maximizar os quatro confortos (térmico, luminoso, acústico e funcional) ao mesmo tempo, mas sim encontrar um conjunto de soluções de compromisso. A aplicação mostrou, também, a relevância do método como um importante instrumento de avaliação e de processo de decisão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-04-17

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

> >>