A ORIENTAÇÃO NO AMBIENTE NATURAL: APRENDIZAGEM UBÍQUA ATRAVÉS DO USO DE TECNOLOGIA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.71682

Palavras-chave:

Orientação. Educação superior. Tecnologia educacional. Atividade motora.

Resumo

Novos estudos surgem na área de Educação Física evidenciando que a tecnologia pode melhorar o processo educativo. Este artigo mostra um processo dos conteúdos de orientação como atividade física no ambiente natural com apoio tecnológico. A pesquisa permitiu analisar, seguindo uma metodologia de estudo de caso com 65 estudantes universitários e um docente, como a aprendizagem ubíqua através do uso de ferramentas tecnológicas (realidade aumentada, geolocalização, etc.) ajudou a aprendizagem no ambiente natural. Entre outros resultados, a aprendizagem ubíqua estimulou o processo de aprendizagem em diferentes espaços físicos e virtuais, melhorou a aquisição de conteúdos de orientação, a competência digital, a aprendizagem em diferentes momentos, etc. Para além dessas potencialidades, também identificaram-se problemáticas durante o processo, tais como: a tensão de que a tecnologia não fosse contra o contato com o meio ambiente natural, a ausência de rede e outras.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2017-06-21

Como Citar

GALLEGO-LEMA, V.; MUÑOZ-CRISTÓBAL, J. A.; ARRIBAS-CUBERO, H. F.; RUBIA-AVI, B. A ORIENTAÇÃO NO AMBIENTE NATURAL: APRENDIZAGEM UBÍQUA ATRAVÉS DO USO DE TECNOLOGIA. Movimento, [S. l.], v. 23, n. 2, p. 755–770, 2017. DOI: 10.22456/1982-8918.71682. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/71682. Acesso em: 17 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais