ESPECIALIZAÇÃO ESPORTIVA PRECOCE E O ENSINO DOS JOGOS COLETIVOS DE INVASÃO

Rafael Pombo Menezes, Renato Francisco Rodrigues Marques, Myrian Nunomura

Resumo


O objetivo deste artigo foi estabelecer uma relação entre diferentes princípios metodológicos de ensino dos jogos coletivos de invasão (JCI) e processos de especialização esportiva precoce (EEP). Considerou-se EEP como um fenômeno proveniente da imposição a crianças, de regimes de competição e treinamento voltados para o rendimento a adultos e à especificidade e limitação de experiências motoras. Apoiados na literatura, concluímos que o ensino de JCI não influencia diretamente o processo competitivo na iniciação esportiva desde que apresente variedade de métodos e seja pautado em práticas de modalidades diferentes, o que evitaria ações estereotipadas e, assim, não estimularia a EEP.


Palavras-chave


esportes. Especialização. Intervenção precoce

Texto completo:

PDF-BR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.40200

Direitos autorais




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment