A MODELAÇÃO DA PERFORMANCE DESPORTIVO-MOTORA: UM CONTRIBUTO CENTRADO NO PENSAMENTO DE FLEISCHMAN E QUAINTANCE E NA MODELAÇÃO DA ESTRUTURA DE COVARIÂNCIA

Autores

  • José Antônio Ribeiro Maia Universidade do Porto

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.2240

Palavras-chave:

Performance desportiva.

Resumo

O trabalho que agora apresentamos corresponde a algumas inquietações decorrentes de um dos aspectos fundamentais da nossa dissertação de doutoramento - a possibilidade de modelar a performance desportivomotora, a partir da integração das perspectivas de Fleishman e Quaintance (1984) e da metodologia da Modelação da Estrutura da Covariância. Trata-se sobretudo de uma exposição sem outras pretensões que não sejam a da estimulação da discussão e da crítica às idéias que avançaremos. A possibilidade de modelar a performance desportivo motora tem exercido um enorme fascínio em investigadores de diferentes áreas do conhecimento. A prová-lo estão as suas variadas e incessantes propostas. Thomas, Eclache e Keller (1 989) oferecem uma visão lata deste movimento no contexto do desporto de rendimento. Convém referir, no entanto e de acordo com a nossa perspectiva, que as propostas pictográficas dos vários autores nem sempre correm em paralelo com o vigor que deveria ser exigido aos enunciados teóricos que lhes servem de base, excepção feita para o modelo de Bouchard e Godbout (1 973).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Antônio Ribeiro Maia, Universidade do Porto

professor da Faculdade de Ciências do Desporto e de Edução Física (Universidade do Porto), doutorado em Ciências do Desporto, especialidade de Antropologia do Desporto e responsável pelos laboratórios de Cinea-tropometria e Estatística Aplicada.

Downloads

Publicado

1997-08-24

Como Citar

MAIA, J. A. R. A MODELAÇÃO DA PERFORMANCE DESPORTIVO-MOTORA: UM CONTRIBUTO CENTRADO NO PENSAMENTO DE FLEISCHMAN E QUAINTANCE E NA MODELAÇÃO DA ESTRUTURA DE COVARIÂNCIA. Movimento, [S. l.], v. 4, n. 6, p. 34–50, 1997. DOI: 10.22456/1982-8918.2240. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2240. Acesso em: 29 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais