Framework conceitual para o desenvolvimento de Curadoria Digital para pessoas com baixa visão

Autores

  • Kettuly Costa Machado Universidade Federal de Santa Catarina
  • William Barbosa Vianna Universidade Federal de Santa Catarina
  • Ana Clara Cândido Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC; CICS.NOVA - Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais FCSH/UNL, Portugal http://orcid.org/0000-0003-1897-3946

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245243.275-296

Palavras-chave:

Gestão da informação. Framework conceitual. Curadoria digital. Objeto digital. Pessoas com baixa visão.

Resumo

O objetivo deste estudo foi propor um framework conceitual para o desenvolvimento de Curadoria Digital para pessoas com baixa visão. Os procedimentos metodológicos abrangem duas etapas principais: a aplicação da ferramenta Proknow-C, para a análise do portfólio bibliográfico, e a consulta a um grupo de especialistas, no âmbito teórico e prático, sobre o tema de Curadoria Digital.  A partir da convergência da literatura e da percepção dos especialistas consultados, foram identificados os objetos digitais que compõem o contexto informacional. O embasamento teórico possibilitou o desenvolvimento da proposta de um framework conceitual e do exercício de aplicação com a finalidade de demonstrar o seu funcionamento. Por fim, o framework conceitual desenvolvido pode contribuir como suporte aos profissionais que trabalham com a informação digital nos processos de tratamento de um objeto digital e, consequentemente, auxilia os profissionais da gestão da informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kettuly Costa Machado, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Santa Catarina. Possui graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Maranhão (2014). Tem experiência na área de Ciência da Informação, e na área de Biblioteconomia. Atuando principalmente nos seguintes temas: curadoria digital, inclusão digital, compartilhamento na internet, conteúdo na web, direitos autorais e descentralização da informação.

William Barbosa Vianna, Universidade Federal de Santa Catarina

Professor Adjunto III da Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é Chefe do
Dpto. de Ciência da Informação CIN
(20152017).
Área do conhecimento: Gestão da
Informação. Doutorado em Engenharia de Produção (2011). Mestrado Profissional em
Administração (USF, 2004). Mestrado em Engenharia de Produção (UFSC, 2008).
Graduação em Ciências Humanas Filosofia
(UCDB1989).
Áreas de interesse: Gestão da
Informação; Tecnologia Assistiva; Epistemologia; Bibliotecas Escolares; Big Data e Teoria
da Decisão; Informação em Saúde e Educação; Tópicos interdisciplinares em Ciência da
Informação. Coordena dois projetos de pesquisa financiados pelo CNPq sobre Gestão da
Informação & Tecnologia Assistiva.

Ana Clara Cândido, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC; CICS.NOVA - Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais FCSH/UNL, Portugal

Doutora em Avaliação de Tecnologia - Universidade Nova de Lisboa. Atualmente é professora no Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina e Pesquisadora Associada no Centro Interidisciplinar de Ciências Sociais da Universidade Nova de Lisboa (CICS.NOVA).

Referências

ALVARENGA, Lídia. A teoria do conceito revisitada em conexão com ontologias e metadados no contexto das bibliotecas tradicionais e digitais. Data Grama Zero, Rio de Janeiro, v. 2, n. 6, p. 1-13, dez. 2001.

AMARAL, Roberto. Ciência e tecnologia: desenvolvimento e inclusão social. Brasília: UNESCO, Ministério da Ciência e Tecnologia, 2003.

ARELLANO, Miguel Angel. Preservação de documentos digitais. Ciência da Informação, Brasília, v. 33, n. 2, p. 15-27, maio/ago. 2004.

BATIMARCHI, Susana. EMC divulga estudo sobre universo digital. Instituto Information Management [portal], São Paulo, 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Saberes e práticas da inclusão: desenvolvendo competências para o atendimento às necessidades educacionais especiais de alunos cegos e de alunos com baixa visão. 2. ed. Brasília: MEC, 2006.

DATA CURATION CENTRE. What is digital curation? [2017].

FERREIRA, Carla Alexandra Silva. Preservação da informação digital: uma perspectiva orientada para as bibliotecas. 2011. 115f. Dissertação (Mestrado em Informação, Comunicação e Novos Media) - Faculdade de Letras, Universidade de Coimbra, Coimbra, 2011.

FERREIRA, Miguel. Introdução à preservação digital: conceitos, estratégias e actuais consensos. Guimarães: Escola de Engenharia da Universidade do Minho, 2006.

FERREIRA, Miguel. Preservação de longa duração de informação digital no contexto de um arquivo histórico. 2009. 96 f. Tese (Doutorado em Tecnologias e Sistemas de Informação) - Escola de Engenharia, Universidade do Minho, Guimarães, 2009.

HIGGINS, Sarah. Digital curation: the emergence of a new discipline. The International Journal of Digital Curation, Bath- Somerset, v. 6, n. 2, 2011.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Demográfico 2010. Rio de Janeiro: IBGE, 2011.

KUNDA, Sue; ANDERSON-WILK, Mark. Community stories and institutional stewardship: digital curation’s dual roles of story creation and resource preservation. Libraries and the Academy, Baltimore, v. 11, n. 4, p. 895-914, 2011.

MACHADO, Kettuly Costa; VIANNA, William. Curadoria Digital e Ciência da Informação: correlações conceituais relevantes para apropriação da informação. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 17., 2016, Salvador. Anais... Salvador: UFBA, 2016. p. 1-18.

NATIONAL LIBRARY OF AUSTRALIA. Guidelines for the preservation of digital heritage Organization. Paris: Unesco, 2003.

PENNOCK, Maureen. Digital curation: A lifecycle approach to managing and preserving usable digital information. Library and Archives, [S.l.], n. 1, v. 18, p. 1-3, jan. 2007. Disponível em: <http://www.ukoln.ac.uk/ukoln/staff/m.pennock/publications/docs/lib-arch_curation.pdf>. Acesso em: 18 abr. 2015.

SANTOS, Thayse Natália Cantanhede. Curadoria digital: o conceito no período de 2000 a 2013. 2014. 166 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Faculdade de Ciência da Informação, Universidade de Brasília, Brasília, 2014.

SAYÃO, Luis Fernando; SALES, Luana Farias. Curadoria digital: um novo patamar para preservação de dados digitais de pesquisa. Informação e Sociedade, João Pessoa, v. 22, n. 3, p. 179-191, set./out.2012.

SIEBRA, Sandra de Albuquerque; BORBA, Vildeane da Rocha; MIRANDA, Májory Karoline Fernandes de Oliveira. Curadoria digital: um termo interdisciplinar. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 17., Salvador. Anais... Salvador: UFBA, 2016.

SOLIMAN, Fawzy. Application of knowledge management for hazard analysis in the Australian dairy industry. Journal of Knowledge Management, Bingley v. 4, n. 4, p. 287-294, 2000.

THIBODEAU, Kenneth. Overview of technological approaches to digital preservation and challenges in coming years. In: THE STATE OF DIGITAL PRESERVATION: AN INTERNATIONAL PERSPECTIVE: CONFERENCE 2002. Proceedings…

Washington: CLIR and Library of Congress, 2002. Disponível em:<http://www.clir.org/pubs/reports/pub107/contents.html/thibodeau.html>. Acesso em: 22 abr. 2015.

THOMAZ, Katia P.; SOARES, Antonio José. A preservação digital e o modelo de referência Open Archival Information System (OAIS). DataGramaZero, Rio de Janeiro, v. 5 n. 1, p. 1-17, 2004.

TOMHAVE, B. L. Alphabet soup: making sense of models, frameworks, and methologies. 2005. Disponível em: <http://www.secureconsulting.net/Papers/Alphabet_Soup.pdf>. Acesso em: 12 jul. 2017.

YAKEL, Elizabeth. Archives and manuscripts: digital curation. International Digital Library Perspectives, Bingley, v. 23, n. 4, p. 335-340, 2007. Disponível em: <https://www.emeraldinsight.com/doi/pdfplus/10.1108/10650750710831466>. Acesso em: 20 abr. 2015.

YAMAOKA, Eloi Juniti. Ontologia para mapeamento da dependência tecnológica de objetos digitais no contexto da curadoria e preservação digital. AtoZ, Curitiba, v. 1, n. 2, p. 65-78, jan./dez. 2012. Disponível em:

< https://revistas.ufpr.br/atoz/article/view/41313/25239>. Acesso em: 18 abr. 2015.

Downloads

Publicado

2018-08-27

Como Citar

MACHADO, K. C.; VIANNA, W. B.; CÂNDIDO, A. C. Framework conceitual para o desenvolvimento de Curadoria Digital para pessoas com baixa visão. Em Questão, Porto Alegre, v. 24, n. 3, p. 275–296, 2018. DOI: 10.19132/1808-5245243.275-296. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/75640. Acesso em: 4 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigo