OS BRASILEIROS E A COPA NO BRASIL: O ANTES, DURANTE E DEPOIS DA COMPETIÇÃO SOB AS LENTES DE O GLOBO

Najla Emiline Chequer, Mariana Zuaneti Martins, Otávio Guimarães Tavares da Silva

Resumo


O artigo descreveu e analisou as narrativas identitárias sobre o Brasil veiculadas pelo jornal O Globo antes, durantes e depois da realização da Copa do Mundo no país. A apreciação se deu por meio de uma análise interpretativa, com foco nas narrativas não esportivas. As notícias foram analisadas à luz dos polos da tradição e da modernidade, dualidade que marcou os discursos identitários brasileiros no século XX. Como resultados, as narrativas oscilaram ao longo do evento, de ênfase em nossa modernidade inacabada a outro extremo circunscrito às belezas das nossas características naturais. Os discursos foram ambivalentes e singulares, ao mesmo tempo em que reafirmaram alguns aspectos simbólicos do povo brasileiro. Como balanço, O Globo reatualizou imagens de um Brasil freyreano, cuja confluência entre a miscigenação racial, a cultura e o ambiente geográfico constituía uma modernidade brasileira particular.


 


Palavras-chave


Construção social da identidade. Futebol. Meios de comunicação. Características culturais.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.76728



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment