Televisão a cabo no Brasil: desestatização, reprivatização e controle público

Murilo César Ramos

Resumo


O objetivo deste trabalho é analisar o processo recente de regulamentação da TV a Cabo no Brasil, à luz dos três elementos conceituais originais que fundamentaram aquela regulamentação: desestatização, reprivatização e controle público. Insere-se na linha de pesquisa que trata da democratização da comunicação; que se processa nos limites da economia política capitalista e tem, por isto, como características básicas, propostas imediatas de política pública, adequadas a um sistema econômico de mercado e a um sistema político liberal-representativo.


Palavras-chave


Tv a Cabo. Brasil. Democratização da Comunicação.

Texto completo:

PDF




Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)