Modelagem bottom-up do consumo por uso final de eletricidade no setor residencial no Brasil

Autores

Palavras-chave:

Modelagem energética, Bottom-up, Uso de eletricidade residencial

Resumo

consumo de energia no setor residencial brasileiro tem aumentado significativamente, apesar dos esforços para promover a eficiência energética dos eletrodomésticos. Um dos principais objetivos para a melhoria da eficiência energética nas residências é entender seus usos finais de energia. Neste contexto, este artigo apresenta o desenvolvimento de um modelo bottom-up para analisar os usos finais de energia regionais e nacionais no setor residencial brasileiro com base na Pesquisa de Posse e Hábitos de Uso de Equipamentos Elétricos na Classe Residencial. Foram estimados os percentuais do consumo total de energia elétrica associados a nove eletrodomésticos (lâmpadas, geladeiras, freezers, televisores, chuveiros, microondas, máquinas de lavar, ventiladores e condicionadores de ar). Os valores foram obtidos por meio do software EnergyPlus para condicionadores de ar e com equações de consumo de energia elétrica para os outros oito aparelhos. Os resultados mostram que o modelo proposto fornece estimativas razoáveis de consumo de energia elétrica, próximas aos valores esperados para a maioria dos eletrodomésticos. Observou-se que a posse e utilização dos eletrodomésticos, influenciados pelo clima (chuveiros elétricos, ventiladores e condicionadores de ar), obtiveram a maior variação no percentual de consumo de energia elétrica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiano André Teixeira, Universidade Federal de Santa Catarina

Departamento de Arquitetura e Urbanismo

Ana Paula Melo, Universidade Federal de Santa Catarina

Eficiência Energética em Edificações

Sustentabilidade

Conforto térmico

Análise de sensibilidade

Estratégias bioclimáticas

Michele Fossati, Universidade Federal de Santa Catarina

Departamento de Arquitetura e Urbanismo

Roberto Lamberts, Universidade Federal de Santa Catarina

Departamento de Engenharia Civil

Publicado

2022-05-24

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

> >>